InícioCrédito e FinançasComo se proteger de fraudes e golpes financeiros

Como se proteger de fraudes e golpes financeiros

Os golpes financeiros e as fraudes “evoluíram” com as facilidades tecnológicas, internet rápida e obviamente a praticidade dos novos celulares. Existem tipos de golpes muito comuns aplicados por aí. Conheça e saiba como evitar!

Dicas para evitar golpes financeiros
Dicas para evitar golpes financeiros

Os avanços tecnológicos facilitaram a vida de todos, especialmente quando se trata de compras online. Com apenas alguns cliques, você encontra o melhor lugar para comprar. Como tudo é fácil demais e a vida é corrida, às vezes as pessoas são descuidadas e enfrentam fraudes e golpes financeiros por mal-intencionados.

Vamos conhecer 5 tipos de golpes financeiros muito comuns aplicados e como se proteger para evitar ser enganado.

1 – Golpe do Whatsapp – Um golpe agora muito comum envolvendo a clonagem de contas do WhatsApp. Os golpistas obtêm seu nome e número de telefone. Em seguida, eles tentam registrar sua conta do WhatsApp no ​​dispositivo. Sempre que eles tentam fazer isso, o aplicativo envia automaticamente uma mensagem de texto com um código de segurança para confirmar a autenticidade da ação. E, para ter acesso a esse código, os criminosos enviarão uma mensagem, se passando pelo SAC de uma empresa conceituada, solicitando essas informações. Costuma-se dizer que se trata de uma atualização ou confirmação do registro, pelo que necessitam do código de confirmação. Armados com esses dados, os fraudadores podem clonar a conta e começar a pedir dinheiro emprestado de seus contatos.

Para evitar esse tipo de fraude, verifique sempre se o número que está entrando em contato com você realmente pertence à empresa que afirma representar. Outra sugestão para  melhorar a segurança da sua conta do WhatsApp, é a verificação em duas etapas. É fácil: abra o aplicativo, toque em Conta e depois toque em Confirmação em Duas Etapas. Ao ativar esta opção, você reduz as chances de os golpistas clonarem seu número.

2 – Golpe do boleto falso – É comum receber boletos adulterados por e-mail, correios ou até mesmo links para acessar boletos falsos via SMS, WhatsApp ou mensagens de e-mail. À primeira vista, parece ser um boleto comum, mas na verdade o pagamento irá para a conta do fraudador, não para a empresa que você acha que está pagando. Idosos com plano de saúde são as principais vítimas desses golpistas, que exploram as vulnerabilidades das pessoas em momentos específicos.

A mesma coisa acontece quando uma pessoa está com dívida. Nesse caso, é emitida uma nota falsa em nome de uma empresa de recuperação de crédito. Para se proteger, fique atento aos dados incluídos no boleto: verifique o nome da empresa que será beneficiada com o pagamento, CNPJ e outros dados. Verifique sempre se os três primeiros dígitos do código de barras correspondem realmente ao código do banco responsável pela emissão do bilhete. Outras características dos boletos falsos são erros de língua portuguesa e dificuldade de leitura de códigos de barras por meio de aplicativos móveis.

3 – Golpes de link falso ou phishing – Podemos traduzir como “phishing digital”. É uma fraude eletrônica projetada para obter senhas e dados pessoais das vítimas que visitam links falsos. Funciona assim: os fraudadores enviam mensagens via WhatsApp, e-mail ou redes sociais para induzir as pessoas a clicar em links e, uma vez que esses links são acessados, pequenos aplicativos são instalados para capturar dados de seus computadores ou celular. Portanto a dica é: nunca clicar em links, anexos de e-mail ou mensagens recebidas de destinatários desconhecidos. Muitos criminosos usam grandes promoções para atrair a atenção e fazer com que as pessoas cliquem em links falsos. Para garantir a segurança, verifique o e-mail do remetente (não abra se for desconhecido) e o endereço na barra superior do seu navegador. Na dúvida, entre no site da empresa diretamente no seu navegador e verifique se o desconto é válido.

Dicas para evitar golpes financeiros - bandidos costumam trocar de cartão, devolvendo um cartão falso.
Dicas para evitar golpes financeiros – bandidos costumam trocar de cartão, devolvendo um cartão falso.

4 – Golpe dos cartões trocados – Nesse caso, o golpista trabalha como vendedor em lojas, postos de gasolina e outros locais, e verifica a senha do cartão que você digita na máquina quando faz uma compra. Muitas vezes eles vão distraí-lo com perguntas ou comentários. Neste momento, o golpista troca de cartão no momento de devolvê-lo. Até que você perceba, os criminosos já usaram bastante o seu cartão verdadeiro.

5 – Golpe do delivery: maquininha quebrada – Funciona assim: Na entrega, os bandidos fornecem uma máquina com a tela quebrada ou a colocam em um local onde você não possa ver o valor inserido. Ao contrário do preço correto do produto, o valor em sua conta será muito maior se você não tiver conhecimento desse truque. Portanto, recuse qualquer pagamento por máquinas danificadas e verifique sempre o valor exibido no display.

Jornal dos Bairros
Jornal dos Bairros
Jornal dos Bairros de Curitiba. Nós somos dos bairros e vivemos o seu dia a dia. Os bairros tem muito para melhorar e todos sabemos disso. Isso deve ser mostrado, criticado e cobrado. Mas os bairros também têm muitas coisas boas. Com pessoas de iniciativa, que fazem a diferença. O Jornal dos Bairros é tudo isso ao mesmo tempo. Tudo tem que ser dito ou mostrado! Somos os bairros de Curitiba, e nossa voz tem poder!
VEJA TAMBÉM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -

TEMPO E TEMPERATURA

Curitiba
nublado
16 ° C
16.7 °
15.6 °
85 %
2.7kmh
100 %
sex
20 °
sáb
24 °
dom
26 °
seg
13 °
ter
14 °

REDES SOCIAIS

1,354FãsCurtir
99SeguidoresSeguir
17SeguidoresSeguir